JNmundo

JN. Rede de Informação.
  1. As autoridades dos Países Baixos iniciaram, este sábado, abate de mais de 1.500 martas numa quinta, devido à sinalização do novo coronavírus nestes mamíferos, depois de o tribunal ter rejeitado uma petição dos defensores dos animais.
  2. A Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda o uso de máscaras comunitárias para a covid-19, feitas com três camadas de tecido, quando é difícil manter o distanciamento físico, como no trabalho, na escola ou nos transportes públicos.
  3. O Brasil totaliza 35.026 mortes pela covid-19, dos quais 1.005 foram registadas sexta-feira, quarto dia consecutivo em que se ultrapassou a barreira dos mil óbitos diários, informou o Ministério da Saúde.
  4. Uma manifestação no centro de Atenas contra a violência policial contra negros nos Estados Unidos (EUA), motivada pela morte do afro-americano George Floyd em Minneapolis, acabou esta noite em confrontos entre manifestantes e polícia.
  5. O ex-vice-presidente dos Estados Unidos Joe Biden conquistou, na sexta-feira, os últimos delegados necessários para garantir a candidatura à Presidência dos EUA pelo Partido Democrata.
  6. Christian Bruckner, o novo suspeito no caso de Madeleine McCann, está a ser investigado também pelo desaparecimento de uma menina alemã, segundo adiantam os media alemães.
  7. O chefe da Al-Qaida no Magrebe Islâmico, o argelino Abdelmalek Droukdal, foi morto por militares franceses no norte do Mali, informou esta sexta-feira a ministra das Forças Armadas francesa, Florence Parly, na rede social Twitter.
  8. Uma vila italiana datada do século XII, na província de Lucca, na Toscania, está debaixo de água desde 1994, por causa da construção de uma barragem. Começou a ser vista devido ao esvaziamento de um lago.
  9. O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse esta sexta-feira que a queda inesperada do desemprego marca "um ótimo dia" para George Floyd, o afro-americano cuja morte às mãos da polícia desencadeou protestos em todo o país.
  10. O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse esta sexta-feira que opositores do Governo que convocaram protestos para este final de semana são "criminosos" e "terroristas" e pediu que as polícias atuem com dureza caso as iniciativas se tornem violentas.

Copyright © 2017 Sociedade Digital  | Privacidade | Termos & Condições |   CrowdFunding Networks | Dev. by Markup®

 Android app on Google Play 
Pagamentos por Paypal
Certificado de integridade da página
Certificado de desempenho da página