Mundo

Artigos
  1. O rescaldo do ataque contra o complexo de férias de Kangaba, que deixou cinco mortos e foi condenado pelo Secretário-Geral da ONU, os protestos em Bamako contra o referendo sobre uma revisão constitucional marcado para Julho e a violência intercomunitária que no fim-de-semana provocou pelo menos trinta mortos no centro do país marcam a actualidade do Mali
  2. Quatro ministros franceses renunciaram nos últimos três dias, entre os quais três do partido centrista MoDem aliado do presidente Emmanuel Macron, no âmbito de um processo que terminou ontem com a  recomposição do Governo
  3. O Governo russo está a considerar “medidas retaliatórias” em resposta às mais recentes sanções dos EUA contra a Rússia devido ao seu papel na Ucrânia, informou ontem o Kremlin, um dia depois de Washington anunciar sanções a Moscovo “pelo seu presumível apoio aos rebeldes separatistas na Ucrânia e pela anexação da Crimeia
  4. O primeiro-ministro da Roménia, Sorin Grindeanu, foi afastado do cargo pelo seu próprio partido, que apresentou uma moção de censura, aprovada por uma clara maioria parlamentar
  5. A ex-Presidente da Argentina Cristina Kirchner, que governou entre 2007 e 2015, lançou publicamente a coligação política “Frente de Unidade Cidadã”, para concorrer às eleições legislativas de 22 de Outubro e “colocar um limite ao Governo e aos ajustes”, apesar de não ter dito se regressa como candidata
  6. A Estação Central de Bruxelas, capital da Bélgica, foi evacuada na terça-feira à noite logo a seguir a uma pequena explosão, segundo uma fonte do Ministério Público, citada pelo jornal Le Soir
  7. A Polícia da Argentina descobriu um depósito de artefactos nazistas escondido atrás de uma biblioteca em casa de um colecionador de arte em Buenos Aires, inclusive um busto de Adolf Hitler e instrumentos usados como ferramentas de classificação racial
  8. O rescaldo do ataque contra o complexo de férias de Kangaba, que deixou cinco mortos e foi condenado pelo Secretário-Geral da ONU, os protestos em Bamako contra o referendo sobre uma revisão constitucional marcado para Julho e a violência intercomunitária que no fim-de-semana provocou pelo menos trinta mortos no centro do país marcam a actualidade do Mali
  9. Quatro ministros franceses renunciaram nos últimos três dias, entre os quais três do partido centrista MoDem aliado do presidente Emmanuel Macron, no âmbito de um processo que terminou ontem com a  recomposição do Governo
  10. O rescaldo do ataque contra o complexo de férias de Kangaba, que deixou cinco mortos e foi condenado pelo Secretário-Geral da ONU, os protestos em Bamako contra o referendo sobre uma revisão constitucional marcado para Julho e a violência intercomunitária que no fim-de-semana provocou pelo menos trinta mortos no centro do país marcam a actualidade do Mali