A economia portuguesa não vai voltar a contar com ajuda de Angola, não este ano

\r\n

 

\r\n

De acordo com o Banco de Portugal (BdP), devido à forte quebra das exportações para a economia angolana registada no primeiro trimestre, devido à sequência da queda do petróleo, este tem dúvidas de que a situação venha a ser revertida.

\r\n

Contudo, mesmo sem a economia angolana, sublinha ainda que as exportações nacionais vão crescer e o investimento também.  Isto é, através dos ganhos com a depreciação do euro e das compensações do mercado europeu. 

\r\n

 

\r\n

\r\n

As exportações para Angola registaram uma quebra de 23,6% face ao período homólogo de 2014, considerado o pior registo desde 2011. Que se deverá manter até ao final de 2015.

\r\n

 

\r\n

  

\r\n
\r\n

Rede Social Portugal-Angola

\r\n
REGISTE-SE. É GRATUITO!
\r\n

 

\r\n

 

\r\n

Segundo as previsões do Banco de Portugal, referentes ao crescimento do PIB deste ano, este irá manter-se inalterado nos 1,7%. Ainda assim, o peso das exportações deverá subir para 46% em 2017.

\r\n

Enquanto as perspetivas para o investimento na economia portuguesa deverá aumentar 6,2% este ano, face à anterior previsão de 4%. Uma melhoria que se deve essencialmente à recuperação do sector da construção.

\r\n

 

\r\n

Fonte: Económico

\r\n

 

\r\n

Registe-se na Rede Social Portugal - Angola e deixe a sua opinião no grupo!

\r\n

https://pt-ao.redes-sociais.com/junte-se-a-nos/index.php/grupos/viewgroup/8-noticias-de-angola